Brasil (PT-BR)
  • Certificação

    ISO 45001 | Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho

    There is no translation available.

    A norma ISO 45001 - Occupational health and safety management systems – Requirements with guidance for use, pretende ser uma ferramenta para ajudar a estabelecer e melhorar o ambiente de trabalho em matéria de saúde...

     

    Ler mais

  • Destaques

    Climate Change, nova área especializada da APCER

    There is no translation available.

    A APCER, consciente da problemática das alterações climáticas, assume-se como um parceiro estratégico das organizações que adotam a sustentabilidade como parte integrante da sua filosofia...

     

    Ler mais

Marcado sob
24 Out 2019

A última versão do ISO Survey apresenta resultados mais confiáveis

There is no translation available.

Todos os anos a ISO realiza, mundialmente, uma pesquisa (o “ISO Survey”) sobre o número de certificações existentes conforme as diversas normas ISO de sistemas de gestão. O Survey se iniciou em 1990, quando era conduzido pela Mobil (empresa norte-americana de petróleo) e desde então inclui um desdobramento do número de certificados emitidos por país, por ano e por setor da economia. Desde 1996 a pesquisa é conduzida pela própria ISO, através de sua diretoria responsável pelo Comitê de Avaliação da Conformidade (a ISO/CASCO).

Como qualquer pesquisa desta natureza e grandeza, o método de verificação e análise da informação tem sido aprimorado ao longo dos anos com o objetivo de alcançar resultados mais confiáveis. Depende, sobretudo, das informações fornecidas pelas diversas entidades certificadoras ao redor do mundo, mas sem nenhuma obrigatoriedade de sua parte em fornecer tais informações. Ao longo dos últimos anos a ISO tem introduzido melhorias específicas para minimizar eventuais distorções (por exemplo, para evitar “contagens múltiplas” de certificados emitidos para a mesma empresa por certificadores diferentes, ou sobre acreditações múltiplas; inclusão de certificações “não-acreditadas”; a forma de contar dados de certificações tipo “multi-site” e o desempenho variável na submissão de dados por algumas certificadoras, entre outros motivos).

O último (27º) ciclo do Survey, publicado em agosto de 2019 e com data-referencial de 31/12/2018, está disponível para download gratuito no site https://www.iso.org/the-iso-survey.html. Está disponibilizado em forma de planilhas Excel, o que permite a cada usuário fazer análises das informações e seus próprios cálculos de forma que mais lhe interessa.

Neste 27º Survey os dados foram coletados de uma forma diferente e mais confiável do que os anteriores, por dois motivos principais:

• Foram apenas consideradas certificações válidas aquelas emitidas por certificadoras acreditadas por uma signatária do acordo multilateral (“MLA”) do IAF (International Accreditation Forum);
• A contagem e os números publicados agora discriminam entre o número de certificados propriamente dito e o número total de “sites” cobertos pelas certificações.

Sendo assim, era inevitável que a forma diferente de coletar, analisar e reportar os dados causasse um certo “rompimento” com as análises históricas das tendências de crescimento (ou coleta) dos números de certificações, tanto ao nível global como ao nível nacional. Por exemplo, este novo método mais confiável e rigoroso gerou algumas diferenças notáveis como, por exemplo, uma redução sensível nos números reportados por países como China e Itália que, pelo grande número de certificados existentes nestes 2 países, tem tido um impacto nos números globais. (Ver Tabela 1) 

 

tab1

Tabela 1 - Ranking dos principais países em termos de número de certificações para as normas ISO 9001:2015, ISO 14001:2015 e ISO 45001:2018 (Base: 31/12/2018)

 

Mesmo assim, o número de sites certificados conforme a ISO 9001:2015 em nível mundial continua bem acima da marca de um milhão (precisamente, são 1.180.965) e conforme a ISO 14001:2015, na faixa de meio-milhão (447.547) – ver Tabela 2.

 

tab2

Tabela 2 - Dados globais para as principais normas de sistemas de gestão (Base: 31/12/2018)

 

Neste ano foram incluídas duas novas normas no Survey - a recém-publicada ISO 45001:2018 (Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional) que está substituindo a antiga OHSAS 18001, e a ISO 37001:2016 (Sistemas de Gestão Anti-suborno).

Como mostra a Tabela 2, podemos observar que, para algumas normas (ISO 37001, ISO 22301 - Gestão da continuidade de negócios, ISO 50001 - Gestão da Energia, e ISO 39001 - Gestão de segurança viária), o número médio de sites por certificado é bem mais elevado que para as demais normas de referência. Para normas como ISO 22000 e ISO 28000 (ambas com pouca adoção no Brasil), a tendência é de ter apenas 1 site coberto por cada certificado.

No que diz respeito ao Brasil, uma análise mais detalhada dos números do Survey (Tabela 3) revela fatos interessantes:

• O Brasil continua entre os 10 primeiros países do mundo em termos do número de certificações ISO 9001 (com 1,86% do total). Embora o número total de certificados tenha caído um pouco comparado com o último Survey (16,351 comparado com 17,165 em 2017; uma redução de -4,7%), isto representa 25,702 sites cobertos pela certificação. Um fato que pode ter contribuído para esta queda é a transição da versão 2008 para a versão 2015 da norma, que terminou em setembro de 2018. Sabemos que algumas organizações tiveram suas certificações “suspensas” (de fato, vencidas) no final de 2018 por não terem completado a transição a tempo, e espera-se que o número total se recupere ao longo de 2019, o que será confirmado (ou não!) no próximo Survey.

• Para a ISO 14001, o Brasil está em 16º lugar em termos do número de certificados, mas em 12º no número de sites. Também teve uma leve caída (2.6% comparado com 2017), talvez pelos mesmos motivos (da transição de ISO 14001:2004 para a versão 2015).

• Para a nova norma ISO 37001, o Brasil largou em 8º lugar mundial (em termos número de certificados) e 7º lugar (número de sites). Os principais países a adotar ISO 37001 desde sua primeira publicação em 2016 eram Itália, Coreia, México, Espanha e o Reino Unido.

• No que diz respeito à recém-publicada ISO 45001, embora o Brasil tenha apenas 32 certificados emitidos, vale lembrar que o período de migração da antiga norma OHSAS 18001 para ISO 45001:2018 é de 3 anos, e este número deverá crescer sensivelmente ao longo de 2019 e 2020.

• Para outras normas importantes, o desempenho do Brasil está muito aquém do esperado, mais notavelmente para as normas ISO 22000 (Segurança Alimentar), ISO 45001 e ISO/OEC 27001 (Gestão de segurança de informação).

• Uma norma que cresceu na sua popularidade no Brasil é a ISO 50001 (Sistemas de Gestão de Energia), recém-revisada em 2018. Embora ainda esteja no 30º lugar no mundo, o número de certificados validos no Brasil cresceu 26.5% neste último ano. A Alemanha ainda domina as certificações ISO 50001 ao nível global (quase 32% do total dos sites certificados), por continuar com uma forte política governamental que estimula as organizações a buscar esta certificação.

 

tab3

Tabela 3 - Análise dos dados para certificações no Brasil (Base: 31/12/2018)

 

Com esta nova metodologia de contagem de certificados e sites, podemos esperar menos distorções e variações nos anos futuros, o que certamente trará um nível de confiança maior.

 

Nigel H. Croft (Líder da Task force da ISO para a Revisão do “Anexo L” das Diretivas ISO/IEC; Membro do Conselho Consultivo da APCER e Membro da Academia Brasileira da Qualidade)  

 

 

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Newsletter APCER

Receba todas as novidades por email

Fale connosco

Entre em contato para pedido de informação ou proposta comercial

Este website utiliza cookies para melhorar sua performance, análise de tráfego e otimizar a experiencia do utilizador. Ao usar este website, concorda com sua utilização.
Mais informação Concordo