Brasil (PT-BR)
  • Destaques

    Estamos Presentes! #Vamosconfiar

    There is no translation available.

    A seriedade da situação que enfrentamos levou a APCER a tomar decisões para proteção de todos aqueles com quem tem o privilégio de se relacionar.

    Os nossos escritórios em Portugal, Espanha e Brasil estão fisicamente encerrados sendo que a equipe profissional da APCER mantém a sua total disponibilidade e operacionalidade de forma remota.

     Ler mais.

Marcado sob
18 Fev 2015

ISO 50001 – Gestão da Energia e Redução de Custos

There is no translation available.

A gestão eficiente da energia é uma prioridade das organizações, não só pelo potencial significativo de redução de custos, como também pelo seu papel na redução de emissões de gases com efeito de estufa.

A energia é fundamental para as operações de qualquer organização e pode ter um custo significativo em termos econômicos, bem como impactos ambientais e sociais relevantes, como a diminuição dos recursos naturais e a contribuição para o efeito estufa.

Assim, as organizações têm necessidade de gerir cuidadosamente a utilização de energia, de modo a sobreviver e competir. A melhoria da eficiência energética pode conduzir a benefícios imediatos para a organização, através da redução de consumo e, consequentemente, de custos com a energia.

O objetivo da norma ISO 50001 “Energy management systems – Requirements with guidance for use” é definir os requisitos para um sistema de gestão da energia (SGE) que permita às organizações estabelecer os sistemas e processos necessários para melhorar o seu desempenho energético global, incluindo a utilização, consumo e eficiência energética. Esta norma internacional é aplicável a todos os tipos e dimensões de organizações, independentemente das suas condições geográficas, culturais e sociais.

O esquema de abordagem da norma tem como base a melhoria contínua e incorpora a gestão da energia nas práticas diárias das organizações. A norma define requisitos que permitem às organizações:

  • Desenvolver uma política para uma utilização da energia mais eficiente;
  • Definir metas e objetivos para cumprir a mesma política;
  • Utilizar dados para compreender melhor e tomar decisões relativamente ao uso e consumo de energia;
  • Medir os resultados;
  • Rever a eficácia da política definida;
  • Melhorar continuamente a gestão de energia.

De acordo com a estrutura da ISO 50001 pode-se verificar que a norma integra medições e dados de desempenho energético com a estrutura do sistema de gestão, conduzindo não só a uma gestão eficaz dos processos, como também a uma utilização cuidadosa da energia e ao aumento da eficiência energética.

Os últimos dados da ISO revelam que o grau de receptividade por parte das organizações a este referencial normativo é bastante elevado, passando de 2.236 certificados emitidos em 2012 (de salientar que a norma foi editada em Junho de 2011) para 4.826 em 2013 (82% dos certificados foram emitidos na Europa). No Brasil, final de 2013, existiam 15 certificados emitidos, mais 10 do que em 2012.

A Alemanha, como consequência da política energética interna, é o país com maior número de certificações de acordo com a norma ISO 50001 (2.447 certificados emitidos), seguido de longe pelo Reino Unido (330) e Itália (258).

A APCER enquanto entidade líder na área de certificação em Portugal, focalizada nas necessidades e expectativas do mercado, disponibiliza auditorias com vista à certificação de acordo com a norma ISO 50001..

 

André Ramos - Gestor de Produto da APCER
Maria Segurado – Gestora de Comunicação da APCER

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Newsletter APCER

Receba todas as novidades por email

Fale connosco

Entre em contato para pedido de informação ou proposta comercial

Este website utiliza cookies para melhorar sua performance, análise de tráfego e otimizar a experiencia do utilizador. Ao usar este website, concorda com sua utilização.
Mais informação Concordo