Brasil (PT-BR)
  • Certificação

    ISO 45001 | Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho

    There is no translation available.

    A norma ISO 45001 - Occupational health and safety management systems – Requirements with guidance for use, pretende ser uma ferramenta para ajudar a estabelecer e melhorar o ambiente de trabalho em matéria de saúde...

     

    Ler mais

Marcado sob
25 Nov 2015

A Liderança nas novas normas ISO 9001 e ISO 14001

There is no translation available.

Os questionários efetuados pela ISO (ISO Surveys) recolheram muitos comentários sobre a falta de responsabilização (“accountability”) da gestão de topo no sistema de gestão (SG). A última revisão das normas vem complementar esta questão.

A nova versão de 2015 das normas ISO 9001 e ISO 14001 adota a Estrutura de Alto Nível e, desta forma, tem uma seção de requisitos dedicada à Liderança (seção 5.).

Esta seção é dirigida à gestão de topo da Organização e, uma vez que podem existir diversos níveis de liderança, aplica-se também aos restantes líderes em todos os níveis da Organização.

Na versão de 2008, a gestão de topo devia assegurar que as atividades do SG eram realizadas, mas na versão de 2015 o enfoque é dado ao comprometimento e envolvimento: a gestão de topo deve demonstrar que está envolvida nas ações-chave do SG. Os requisitos de liderança são agora reforçados, assim como o compromisso das pessoas a níveis relevantes.

O papel do líder é explorado e desenvolvido por um conjunto de novos requisitos, uns mais associados ao papel de gestor, outros ao papel de líder de pessoas e condutor da Organização.

A gestão de topo deve demonstrar a sua liderança e compromisso ao:

 

- “Assumir a responsabilização pela eficácia do SG”;
- “Assegurar a integração dos requisitos do SG nos processos de negócio da organização”;
- “Assegurar que a política e objetivos da qualidade e ambientais são compatíveis com o contexto e estratégia da organização”;
- “Promover a abordagem por processos e o pensamento baseado em risco”;
- “Assegurar que o SG atinge os resultados esperados”;
- “Comprometer, dirigir e apoiar as pessoas para contribuírem para a eficácia do SG”;
- “Influenciar as pessoas a empenhar-se na eficácia do SG”.

 

O “representante da gestão” deixa de ser um cargo específico, mas é requerido que a gestão de topo nomeie ou delegue a alguém as funções e responsabilidades relevantes, no que a situação neste campo não é significativamente diferente. No entanto, a eliminação daquela figura vem reforçar a necessidade de destaque do SG na estratégia da organização.

 

A responsabilidade real pela eficácia do SG é da gestão de topo.

 

Carolina Nogueira
Gestora de Produto

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Newsletter APCER

Receba todas as novidades por email

Fale connosco

Entre em contato para pedido de informação ou proposta comercial

Este website utiliza cookies para melhorar sua performance, análise de tráfego e otimizar a experiencia do utilizador. Ao usar este website, concorda com sua utilização.
Mais informação Concordo